Os estudantes já chegam para as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias, deste segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A estudante Izabella Angelina, de 17 anos, participa pela primeira vez do concurso e está confiante. "Ontem algumas questões estavam mais fáceis, outras difíceis. Hoje tem redação, que tenho mais facilidade. Espero passar". Ela pretende conseguir uma vaga no curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mas deixou os últimos dias para descansar. "Não tem como aprender de última hora", garante

Neste domingo (25) os candidatos terão cinco horas e meia para resolver as questões e fazer a redação. É preciso preparo e muita atenção para vencer o cansaço e a ansiedade. Jeniffer Alves, de 18 anos, também quer entrar para UFMG, no curso de arquitetura. Para ela, as provas de sábado foram difíceis, mas espera recuperar na redação hoje. "Sou melhor com o texto", diz.

Bruno Reis, de 19 anos, tenta o Enem pela segunda vez, mas admite que devia ter se preparado melhor. "Ontem estava bem difícil, há também não vai ser fácil, mas vai que dou sorte", brinca. Ele pretende cursar engenharia mecânica, "aonde a nota der".

Na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), o estacionamento foi aberto às 11h30. O portão para acesso às salas onde serão realizadas as provas abriu às 12 horas em ponto.