O ex-goleiro Bruno Fernandes, condenado pela morte e ocultação de cadáver da ex-amante Eliza Samudio, foi transferido para a Penitenciária de Segurança Máxima de Francisco Sá, no Norte de Minas Gerais, na tarde dessa sexta-feira (20). A informação foi confirmada neste sábado (21) pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e cumpre uma determinação do Governo de Minas que autorizou a transferência para que o ex-jogador pudesse ficar mais perto da esposa, que mora em Montes Claros.
 
Apesar do pedido atendido ser baseado na proximidade da família, a estratégia de transferência era para tentar fazer com que Bruno pudesse voltar aos gramados. O goleiro já tem contrato assinado, desde fevereiro deste ano, com o Montes Claros Futebol. Porém, apesar de os advogados terem solicitado ao juiz Wagner de Oliveira Cavalieri, da Vara de Execuções Criminais de Contagem, a liberação do atleta da penitenciária das 7 às 19 horas, o pedido foi indeferido. Anteriormente, o Ministério Público também  já havia emitido parecer desfavorável à autorização.
 
Em seu despacho, o juiz afirmou que não há condições para cumprimento, em Contagem, do contrato firmado entre Bruno e o Montes Claros. “Isso, por si só, já afastaria a possibilidade de deslocamento diário do preso até seu local de trabalho”, afirmou Wagner Cavalieri.
 
Além disso, o magistrado afirmou que, para o trabalho externo, a lei prevê a necessidade da adoção de medidas de segurança para impedir fugas ou indisciplinas, o que geraria a necessidade de providenciar escoltas diárias para o acompanhamento do preso ao trabalho.
 
A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) informou através da Seds que Bruno deu entrada no presídio de Francisco Sá por volta das 13h dessa sexta, sendo escoltado por agentes do Comando de Operações Especiais (COPE). Neste sábado, ele passou por atendimento jurídico, médico e psicológico e foi levado em seguida para a cela onde cumprirá a pena.
 
Na unidade, Bruno cumprirá sua pena em uma cela individual (todas as celas em Francisco Sá tem esse padrão). O local mede seis metros quadrados, possui uma cama de alvenaria, um colchão, um vaso sanitário, pia com torneira e chuveiro. Na unidade, todos os presos recebem alimentação balanceada com acompanhamento por nutricionistas. Café da manhã: 7h; Almoço: 11h; Café da tarde: 14h; Jantar: 17h.
 
Na unidade, não há sinal de tv. Portando, o ex-goleiro não terá o aparelho na cela. Caso a família se prontifique a levar um aparelho de rádio, de dimensões máximas de 15cm x 25 cm, o equipamento está liberado.
 
Bruno recebe as primeiras visitas assim que os interessados passarem pelo procedimento de cadastro na unidade prisional. Caso o procedimento seja finalizado ao longo desta semana, ele terá visitas sociais no próximo fim de semana.
 
A transferência do ex-atleta para Norte de Minas foi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais na terça-feira (10). Bruno cumpria pena na Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

(* Com Seds)