O ex-policial civil José Lauriano de Assis Filho, conhecido como "Zezé", está foragido da Justiça. Envolvido no assassinato de Eliza Samúdio, executada em 2010, ele teve a prisão decretada na última sexta-feira (10), mas até o momento não foi encontrado. As informações são da Polícia Civil.

Zezé teve a prisão pedida em inquérito remedito ao Ministério Público (MP), no ano passado. De acordo com o documento, ele participou da trama que resultou na morte da ex-amante do goleiro Bruno Fernandes. Somente após parecer favorável do MP, no entanto, o pedido de prisão seria encaminhado à Justiça, que acataria ou não a solicitação. 

O nome de foragidos da Justiça é incluído no Sistema Nacional de Procurados e Impedidos (SNPI) e fica disponível no site do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Denúncia

Segundo a denúncia do MP, expedida no último dia 3, José Lauriano é acusado de sequestro, cárcere privado de Eliza Samúdio, homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menor e ameaça grave.

O nome de Zezé foi citado desde o início das investigações sobre o caso. Na época, o delegado responsável pelo inquérito informou não ter provas suficientes para indiciar o ex-policial civil.

Consta no processo que ele foi a pessoa que apresentou Luiz Henrique Ferreira Romão, o "Macarrão", a Marcos Aparecido dos Santos, o "Bola". Macarrão era o braço-direito de Bruno e Bola foi condenado por executar o crime.