A Polícia Civil (PC) investiga o assassinato de um ex-vereador de Guarará, cidade de pouco mais de 4 mil habitantes da Zona da Mata, que foi encontrado morto nessa quarta-feira (1º), em uma rodovia de Juiz de Fora, na mesma região. Daniel Soares de Souza, que era conhecido como "Juninho do Táxi", de 37 anos, estava desaparecido desde o dia 29 de abril e foi localizado no porta-malas do carro com vários ferimentos.

De acordo com a Polícia Militar, após registro do boletim de ocorrência pela família, no dia 30 de abril, agentes da corporação em Bicas acionaram militares de Juiz de Fora, até um ponto próximo à BR-267, em uma estrada rural, onde tinham localizado o carro da vítima. 

Diante da suspeita de que pudesse haver alguém no porta-malas, os militares quebraram o vidro traseiro do veículo, um Volkswagen Voyage prata, e acabaram encontrando o corpo de Souza. Ele apresentava um corte profundo no pescoço, dedos da mão amassados, além de um corte profundo na parte de trás da cabeça. 

Ainda de acordo com a PM, foram localizados no carro vários documentos do ex-vereador e outros objetos pessoais. Mas nenhum suspeito foi identificado pela polícia. 

Juninho do Táxi foi eleito para a Câmara de Guarará em 2012, pelo PMDB, com 206 votos, sendo o candidato mais votado do município na ocasião. Ele atuou como vereador entre 2013 e 2016. O corpo foi velado nesta quinta-feira (2) na Câmara da cidade. 

Briga em posto

Após o desaparecimento de Souza, familiares chegaram a procurar sites de notícias da região para que a foto dele fosse compartilhada, com o intuito de localizá-lo. No relato aos portais locais, parentes contaram que ele, que era comerciante de joias, saiu de casa por volta das 19h da segunda-feira (29), no Voyage em que foi encontrado, trajando camisa clara, calça jeans e tênis.

A família contou ainda que ele foi visto pela última vez na mesma noite em que saiu, próximo a um posto de combustível em um local conhecido como São Manoel, às margens da BR-267, a mesma em que seu corpo foi localizado. Testemunhas teriam contado aos parentes da vítima que ele foi visto discutindo com um outro homem, que também seria comerciante. 

Leia mais:
Corpo de ex-presidente do Peru é velado em Lima
Assassinato de Marielle contou com 'modus operandi' sofisticado, afirma juiz
Morre aos 91 anos o ex-governador da Bahia e ex-ministro da Defesa Waldir Pires