A expansão do metrô de Belo Horizonte finalmente deixou o campo das reuniões e papeladas para ter ações visíveis. Começou, nesta segunda-feira (3), a sondagem do solo para a Linha 3 – Trecho Savassi-Lagoinha. 

Serão feitas 150 perfurações, entre as avenidas Antônio Carlos e Nossa Senhora do Carmo, para coletar amostras do terreno por onde passará a composição. A primeira perfuração acontece até quinta-feira (6), na Praça 7, ao lado do Cine Brasil. Em seguida, um novo ponto receberá a equipe da empresa Progeo Engenharia Ltda, vencedora da licitação para executar o serviço, orçado em R$ 6,5 milhões.
 
As perfurações têm entre 30 e 50 metros de profundidade. A partir delas será possível verificar, por exemplo, a resistência do solo e o nível d’água no subterrâneo. Os trabalhos de sondagem também serão realizados nas linhas 1 (para um novo trecho, após a Estação Eldorado) e 2 (Barreiro - Calafate).
 
Segundo o coordenador do Projeto de Expansão do Metrô na Prefeitura de BH, Marcio Duarte, nos próximos dias terá início o estudo topográfico do terreno. O serviço está avaliado em R$ 1,2 milhão. Os dois levantamentos devem terminar no fim de 2012. O material irá o subsidiar o projeto de engenharia do metrô. 
 
arte do metrô
 
Leia a matéria completa na edição de terça-feira do jornal Hoje em Dia.