Ariel Cabral, Sánchez Miño, Matias Pisano e Lucas Romero. A lista de jogadores argentinos nunca esteve tão extensa no Cruzeiro como nesta temporada. Dos quatro, apenas Lucas Romero ainda não atuou com a camisa azul.

Mas essa longa espera tem prazo para terminar. Regularizado no BID, da CBF, o volante poderá enfim estrear pelo Cruzeiro no confronto contra o Tricordiano, neste sábado (20), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pela quarta rodada do Mineiro.

Por enquanto, Henrique e Ariel Cabral são os escolhidos de Deivid para forma a dupla de volantes nesse início de caminhada. Mas a briga por uma posição promete ser ferrenha. Apontado por muitos como principal contratação celeste em 2016, a expectativa é que Romero figure, em breve, no time titular da Raposa.

E uma possível entrada do jogador pode fazer com que o Cruzeiro tenha um formato inédito em seu meio de campo, com três e até quatro argentinos. Isso porque, além de Ariel Cabral, Sánchez Miño é outro figurante na equipe principal, que pode contar também com o meia Matias Pisano.

Além de Henrique e Ariel Cabral, Lucas Romero disputará posição também com Federico Gino, Uillian Correia, Bruno Ramires e Marciel.

“É um jogador muito interessante, apesar de ser jovem. Era titular do Vélez. É claro que vai ter a oportunidade que todos vêm tendo. O Sánchez (Miño) teve chance, entrou o Pisano, mais tarde terá o Gino. Estou encontrando as peças ideais para o time”, destaca o técnico Deivid.

“A gente estava monitorando o Romero há muito tempo. É um jogador de seleção argentina. Tem 21 anos e é muito capacitado. Mas temos que ter paciência. É um país diferente, com uma cultura diferente, que pratica um futebol diferente. Temos que deixar o Romero muito à vontade para que ele se adapte rapidamente”, emenda o treinador.

Recorde

Na história do Cruzeiro, o número máximo de estrangeiros atuando juntos em uma mesma partida foi quatro. A primeira vez ocorreu nas oitavas da Libertadores de 2011, mas envolveu jogadores de vários países. Na ocasião, Victorino, Montillo, Farías e Ortigoza foram titulares na derrota para o Once Caldas – 2 a 0 –, na Arena do Jacaré.

No ano passado, na vitória sobre o Mineros, da Venezuela, por 3 a 0, no Mineirão, a equipe encerrou o jogo com Mena, Seymour, Joel e Arrascaeta.

Segundo o Regulamento Geral de Competições da CBF, os times conseguem incluir na súmula de uma partida até cinco atletas estrangeiros.
 

Arte