A cidade de Extrema, no Sul de Minas, será sede do terceiro maior centro logístico do Brasil: o BWP Business Park. A novidade tem participação da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), e vai movimentar R$ 750 milhões, além da movimentação de 6.500 empregos diretos.

De acordo com o Governo do Estado, serão estabelecidos dois parques logísticos de e-commerce, com oito galpões construídos em 400 mil metros de Área Bruta Locável (ABL) - o tamanho correspondente a 38 campos de futebol. Os dois condomínios que vão abrigar os empreendimentos estão em fase de construção. O primeiro galpão do projeto 1 será entregue ainda neste mês, e os galpões do projeto 2, até meados de 2022.  

O protocolo de formalização do investimento foi assinado e o projeto segue em implantação através da Indi. Os dois condomínios são considerados projetos de ponta no país, com galpões que captam energia fotovoltaica, tecnologia de reuso de água, além de arquitetura baseada em parâmetros internacionais de sustentabilidade. 

Segundo a administração estadual, a escolha por Extrema não foi um acaso. A localização da cidade é considerada privilegiada, com acesso à rodovia Fernão Dias e pontos de conexão com centros consumidores. Para o diretor de Atração de Investimentos da Indi, Adriano Carvalho, o projeto dá ainda mais força para o município como centro de comércio eletrônico do Brasil, tendo em vista que ele já responde por 25% da atividade do setor no país.

“O Indi vem trabalhando muito próximo de empreendimentos desse porte com o intuito de atrair grandes empresas do comércio eletrônico. Buscamos melhorar a qualidade de equipamentos logísticos para receber as iniciativas, dada a exigência cada vez maior do setor. Queremos que o exemplo de Extrema se expanda para o Triângulo Mineiro, o Norte e o Noroeste de Minas, para que empreendimentos ocupem outras áreas do estado com a mesma qualidade de atração de empresas de renome”, afirma.

Leia mais:
Feriado prolongado termina com 19 mortes em acidentes nas estradas mineiras
Jaguar, Audi, Mercedes: 14 veículos apreendidos no tráfico de drogas vão a leilão em Minas; confira