Quatro homens, com idades entre 20 e 31 anos, foram presos e uma adolescente de 15 anos apreendida, no fim da tarde dessa segunda-feira (23), por falsificação e adulteração de bebidas alcoólicas, no bairro Engenho Nogueira, região da Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, que chegou ao galpão por meio de uma denúncia anônima, foram encontradas 98 caixas de cervejas, sendo 72 falsificadas com os rótulos das marcas Glacial, Brahma e Original. As outras 26 caixas eram da marca Crystal, que ainda seriam modificadas. 

Foram apreendidos também abridores, marretas, tampas, vasilhas cheias de bebidas, rótulos, cola e um pacote de bicarbonato de sódio. Ainda segundo a corporação, o grupo trocava os rótulos e as tampas das garrafas, que eram vendidas para bares e restaurantes da capital. 

Os envolvidos vieram do interior de Goiás. Os homens foram autuados em flagrante pelos crimes contra a relação de consumo (com pena que pode chegar a 5 anos de prisão) e corrupção de menores (com pena que pode chegar a 4 anos de reclusão). A jovem de 15 anos foi apresentada para audiência na Vara da Infância e Juventude e vai responder por crime contra a relação de consumo. 

Em nota, a Ambev informou que "dá total apoio aos órgãos competentes responsáveis por investigar casos suspeitos de falsificação, adulteração, uso indevido da marca e tentativas de ludibriar consumidores. Em casos como esse, assim como a população, a empresa também é prejudicada – duas vezes, pois ela deixa de comercializar seu produto e também vê sua marca veiculada de forma indevida junto aos consumidores".  

Fábrica de falsificação de cervejas em Contagem

Em fevereiro deste ano, a Polícia Civil encontrou outra fábrica de falsificação de cervejas no bairro Liberdade, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. Dentro da Fazenda Santa Rita foram encontradas 7 pessoas em flagrante modificando mais de mil caixas de cervejas, além de empilhadeiras, caminhões, maquinário e vários materiais utilizados para a falsificação.

Leia mais:

Polícia Civil estoura fábrica de bebidas falsificadas em Contagem