A Força Aérea Brasileira (FAB) está investigando a queda do helicóptero Pegasus, da Polícia Militar de Minas Gerais. O acidente aconteceu nessa quarta-feira (24) durante um treinamento da corporação, quando a aeronave caiu na MG-806, em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte, deixando cinco policiais militares feridos. Após a queda, que aconteceu por volta de 16h30, o helicóptero pegou fogo. 

Segundo a Agência Nacional de Aviação (Anac), a aeronave de modelo AS 350 B3, fabricada pela Helibras em 2011, estava em situação regular. Ela possuía capacidade total para cinco passageiros, o número exato de militares que a ocupava.

Ainda conforme a FAB, os investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos - órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), realizam a chamada Ação Inicial, que dá início ao processo de investigação. 

Com isso, os investigadores irão fotografar o local, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos. Segundo o órgão, o objetivo da investigação é prevenir outros acidentes com as mesmas características. 

Leia mais:
Helicóptero da PM cai com cinco militares durante treinamento; confira o vídeo
Acidente em Três Corações deixa uma pessoa morta e mobiliza helicóptero dos bombeiros