Um homem de 48 anos que se passava por frade da igreja católica foi preso por estelionato na noite de sábado (30). Conforme a Polícia Militar, pelo menos 30 pessoas fizeram doações e 15 comerciantes ofereceram ajuda em troca de propaganda. 

A abordagem aconteceu na Praça Raul Soares, no bairro Barro Preto, região Centro-Sul da capital, quando abordava pedestres. Conforme a Polícia Militar, o suspeito se identificava como Frei Marcelo e pedia a quantia de R$ 20 ou R$ 30, em favor da Paróquia Santo Agostinho, que fica no bairro de mesmo nome.

Ainda segundo a corporação, ele utilizava um crucifixo e jornais informativos da entidade religiosa para ludibriar vítimas. Além disso, fazia anotações em cadernos e blocos de recibo com o nome dos doadores. O infrator possui extensa ficha criminal.