A família Matoso está em busca de sua calopsita perdida, chamada Matosinho, vista pela última vez no último sábado (15) no bairro Macaúbas, em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O pássaro é o caçula da família e o seu desaparecimento está deixando seu tutor, Jaime Matoso, de 81 anos, em prantos. Na tentativa de mobilizar a vizinhança, a família oferece R$ 1000 para quem encontrar o animal. 

"O Matosinho é o xodó do meu pai, é como se fosse o filho dele. A casa dele é toda adaptada para as calopsitas. Além do Matosinho, que tem 1 ano, também vivem lá os pais dele, Kika e Gasparzinho, que tem cerca de 5 anos. Nossa casa é cheia de brinquedos e toda telada, os animais vivem soltos por lá. O meu pai está sofrendo muito, nem se alimenta direito e sai na rua todo dia para procurar o Matosinho", conta a filha de Jaime, a professora Kátia Matoso. 

O passarinho fugitivo aproveitou um momento em que o portão foi aberto e escapou, voando sobre a cabeça de Jaime. A família fez vários panfletos para espalhar pela vizinhança. A expectativa é que alguém tenha encontrado o animal e colocado em uma gaiola sem saber que o dono a procura incansavelmente. 

Quem tiver informações sobre o Matosinho pode entrar em contato com a família por meio dos números abaixo:

Cartaz

Matosinho é o xodó de Jaime Matoso, a quem herdou o nome