Parentes e amigos da adolescente Natalie Maria Lemes, de 14 anos, fazem campanha no Facebook para tentar encontrar a jovem, que está sumida desde 4 de dezembro deste ano. Da última vez que foi vista, a jovem informou que iria para a Escola Estadual Doutor Aurino Moraes, na região do Barreiro, em Belo Horizonte.
 
Contudo, a menina não chegou à instituição de ensino e, posteriormente, os pais souberam que ela estava faltando as aulas desde o dia 1º. Natalie mora em Ibirité, na Região Metropolitana de BH, tem 1,82 metros de altura e é jogadora de vôlei da categoria mirim do time CEV Brasil.
 
Segundo o pai da adolescente, Gerônimo Cabral Lemes, Natalie fez contato com a mãe no dia 5 de dezembro. "Ela falou que não iria voltar, mas acreditamos que ela estava sendo induzida por alguém. Parecia que tinha uma pessoa do lado dela", disse.
 
Gerônimo não soube apontar uma suposta causa do sumiço da filha, como envolvimento amoroso ou uma possível depressão. "Ela andava um pouco nervosa, mas um dia antes de desaparecer estava normal", contou. "Já recebemos informações que ela estaria em Esmeraldas e no Barreiro. Estamos loucos atrás dela e correndo atrás de toda informações que recebendo. Inclusive, procuramos um advogado para saber se conseguimos quebrar o sigilo telefônico dela".
 
O delegado Leonardo Faria, da Divisão Especializada em Referência da Pessoa Desaparecida de Belo Horizonte, está investigando o caso e informou que cartazes com a imagem da menina estão sendo distribuídos na cidade. Ele contou que na ligação feita para os parentes, Natalie disse que não voltaria para casa por problemas familiares.
 
Quem tiver informações sobre o paradeiro da jovem pode entrar em contato o 0800 2828 197.