A Samarco entregou cartões de auxílio financeiro para 50 famílias da sede e distritos do município de Barra Longa que perderam sua fonte de renda após o acidente da barragem. A ação aconteceu nesta sexta-feira (11) .

Por meio dele, será repassado mensalmente, e em caráter temporário, um salário mínimo para cada família, mais um adicional de 20% do salário para cada um dos dependentes e cesta básica no valor de R$338,61. A entrega continua sendo feita até que todos os núcleos familiares elegíveis sejam atendidos.

Os depósitos serão realizados até o 5º dia útil de cada mês. Para o primeiro crédito, o valor é retroativo ao dia 5 de novembro. Com o cartão as famílias poderão fazer compras em diversos estabelecimentos como supermercados, farmácias, açougues, lojas de roupas e calçados de Barra Longa, Ponte Nova, Mariana e Ouro Preto, além de saques e transferências em terminais de autoatendimento da rede Banco 24 horas.

O auxílio financeiro não representa nenhuma indenização por perdas e danos e é pago mesmo que a família receba benefícios sociais como o Bolsa Família e aposentadoria.

Quem recebe

O auxílio é destinado às famílias que foram atingidas diretamente ou tiveram suas rendas afetadas pelo acidente, de acordo com cadastro feito pela Samarco e Defesa Civil de Barra Longa.

Serão atendidos os núcleos familiares acolhidos em casas de parentes ou amigos e aqueles acomodados nos hotéis ou moradias temporárias, incluindo dependentes de qualquer idade, como tio, avô, irmão e filhos.

Um estudo está em andamento para disponibilizar o auxílio financeiro para produtores rurais e aqueles que não tiveram suas casas atingidas, mas foram isolados. A proposta será discutida em conjunto com os órgãos de proteção aos direitos humanos.