Famílias com dificuldade de acesso à internet receberam, da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte, 47 mil chips de celular para facilitar a comunicação com as escolas. A PBH também criou cerca de 200 mil contas de e-mail para todos os estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. As informações foram divulgadas pelo Executivo nesta sexta-feira (17).

De acordo com a prefeitura, além de possibilitar o acesso à Plataforma de Aprendizagem Google Classroom para as aulas remotas, atualmente em complementação ao ensino presencial, a ação viabiliza o envio de atividades pedagógicas para os estudantes.

A Secretaria Municipal de Educação explicou, no entanto, que a comunicação entre escolas e estudantes da Educação Infantil será feita e acessada pelo familiar responsável. Em relação aos e-mails, as contas foram criadas no domínio da PBH, de forma a garantir, segundo a prefeitura, maior segurança de dados e navegação. 

Já os chips foram distribuídos às famílias e alunos com maior dificuldade de acesso à internet. A proposta é que eles acessem a conta de e-mail com os pacotes de dados fornecidos. Para participar da ação, os alunos e familiares devem buscar informações nas escolas públicas do município.

Leia mais:
Covid-19: Brasil registra 21 milhões casos e 589,5 mil mortes
Secretários de Educação pedem recursos, internet e valorização do setor
7 sites confiáveis para comprar seguidores no Instagram barato