A ArcelorMittal informou, por meio de nota, que três famílias retornaram para suas casas neste domingo (10), no distrito de Pinheiros, em Itatiaiuçu. De acordo com a empresa, elas foram autorizadas pela Defesa Civil e pela Polícia Militar (PM) após nova avaliação de riscos da barragem Serra Azul, uma das barragens inspecionadas após alerta emitido na sexta-feira (8). A reportagem tentou confirmar a informação com a Defesa Civil, mas não conseguiu contato.

De acordo com o texto, a conclusão das autoridades é que os imóveis das três famílias, que totalizam seis pessoas, estariam fora da área de influência da barragem. "A transferência dessas pessoas havia ocorrido em função do rigor necessário adotado nas medidas de segurança e ações preventivas. Um casal com filho, uma mulher e duas senhoras decidiram retornar às suas casas. Outras cinco famílias, que também estavam autorizadas, preferiram permanecer no hotel. Neste momento, há 106 pessoas de 28 famílias hospedadas no hotel em Itaúna. Uma revisão do cadastro apontou que casais não haviam registrado o nome dos filhos", diz a nota.

A empresa informa ainda que, no hotel, trabalha em plantão um médico do Programa da Saúde da Família (PSF) em Itaúna, realizando atendimento dos moradores. Até o momento, foram feitas 45 consultas e todos os casos foram considerados sem gravidade. Em casos emergenciais, está previsto encaminhamento para exames em laboratórios em Itaúna ou no Hospital Manoel Gonçalves. Segundo a nota, com o início da semana, todos os alocados no hotel de Itaúna terão transporte garantido na região. 

Ainda de acordo com a empresa, animais domésticos e de criação estão sendo preparados para remoção e atendimento. Espécies, quantidades e identificações serão catalogadas nos próximos dias para avaliar a melhor logística de transporte e alimentos. Médicos veterinários estão auxiliando a empresa nas avaliações e manejos.

Leia mais:
Moradores de Itatiaiuçu voltam às suas casas para pegar documentos e alimentar animais
População que vive perto de barragens será obrigada a se acostumar com alerta do risco de rompimento
Mineradora vai oferecer terreno para realocar famílias obrigadas a deixar imóveis em Itatiaiuçu