Após não deixar funcionários de uma fazenda passarem com uma máquina agrícola pelo curral da propriedade em que trabalhava, um caseiro de 40 anos acabou friamente assassinado na zona rural de Rio Paranaíba, cidade da região do Alto Paranaíba. O crime aconteceu na última quarta-feira (8), porém, nesta sexta-feira (10) a Polícia Civil (PC) conseguiu prender os autores do homicídio: um fazendeiro de 40 anos, seus dois filhos, de 27 e 31 anos, e um funcionário deles. 

Os suspeitos foram detidos após a Justiça expedir os mandados de prisão preventiva contra pai e filhos e, também, contra o funcionário da fazenda, de 22 anos. Os suspeitos se apresentaram espontaneamente na delegacia de Patos de Minas, na mesma região, onde prestaram depoimento. 

Segundo a Polícia Civil, no dia do crime, os dois filhos do fazendeiro chegaram na propriedade onde a vítima trabalhava com uma colheitadeira. O objetivo deles era passar pelo curral e, sem autorização do dono da propriedade, eles arrancaram uma das partes de uma porteira. Diante da situação, o caseiro foi tirar satisfação e, usando a lateral de um facão, teria agredido um dos suspeitos. 

Depois de deixarem o local, o fazendeiro de 40 anos foi até a fazenda e atirou três vezes com uma arma de fogo contra o caseiro, que foi atingido no braço, perna e cabeça. Não satisfeitos, os dois filhos e o funcionário do homem, que presenciaram o homicídio, ainda agrediram a vítima já caída com pauladas. 

Uma quarta pessoa que também teria presenciado o assassinato foi identificada pela polícia, porém, conforme a PC, ele não teria participado da ação.

Após prestarem depoimento, pai, filhos e o funcionário da fazenda foram levados para um presídio da região. 

Leia mais:
Após beber quase 2 litros de cachaça, homem mata a mulher e esfaqueia o filho no Norte de Minas
Grávida de 16 anos é estuprada e morta pelo ex após ele criar perfil falso e marcar encontro
Idoso de 83 anos é assassinado e corpo é escondido em canavial no Triângulo Mineiro