Foi preso pela Polícia Militar (PM) o fazendeiro de 67 anos que assassinou um homem de 54 anos e feriu o filho dele de 34 anos gravemente após as vítimas e um terceiro suspeito invadirem o seu terreno armados para cobrar uma dívida, na manhã de quinta-feira (31), em Campina Verde, no Triângulo Mineiro. O idoso, que usou uma espingarda para reagir à invasão dos homens, foi preso na região conhecida como Sanharão quando tentava fugir pegando carona em um carro aleatório. 

Após ser detido, o fazendeiro contou aos policiais que estava em casa quando percebeu uma movimentação e, ao se dirigir para a varanda, viu os três homens armados fazendo o caseiro de 35 anos e sua esposa de 33 como reféns. Ainda em seu depoimento, o idoso disse que o trio "parecia cachorros pitbull', por estarem descontrolados e chamando por ele. Ainda em sua versão, por temer por sua vida e também pelo casal, ele se armou com a espingarda calibre 20 que estava em seu quarto. 

Quando o homem de 54 anos entrou na casa, ele efetuou um disparo, derrubando o homem. A partir daí teve início uma troca de tiros, sendo que, quando o filho do homem baleado tentou arrastá-lo para fora da casa, o idoso também o acertou com um disparo. O fazendeiro confirmou ter uma dívida com um frigorífico de São José do Rio Preto (SP) que possui uma filial em Ituiutaba, mas que o valor está sendo contestado judicialmente. 

O fazendeiro também disse ter recebido ameaças e, por isso, procurou a delegacia da cidade paulista, sendo orientado a procurar as autoridades mineiras, o que não teria acontecido antes da chegada do trio em sua propriedade. 

Na fazenda, ainda de acordo com a PM, foram apreendidas uma carabina calibre .22, 49 cartuchos desta arma, outras quatro de calibre 20 e várias outras munições. A espingarda usada pelo fazendeiro no tiroteio foi localizada após a prisão dele, em um matagal próximo de sua casa. Além disso, também foram apreendidas duas pistolas que foram usadas pelo trio que cobrava a dívida. 

A ocorrência 

A PM tomou conhecimento do tiroteio após o filho do homem assassinado dar entrada no hospital São Vicente de Paula com um tiro no ombro. Chegando ao local, eles se depararam com o terceiro homem que invadiu a casa para cobrar a dívida, um rapaz de 18 anos, que confessou toda a ação. O jovem disse que receberia R$ 1.500 do frigorífico pela cobrança da dívida. 

Em relato, o rapaz disse que eles se deslocaram para a fazenda por volta das 11h e que, após renderem o caseiro e a esposa, foram até a casa chamando pelo fazendeiro. Quando entraram no imóvel, o idoso teria começado a atirar e o homem que foi morto revidou. Quando viu os dois comparsas serem baleados, o jovem teria pegado a arma de um deles e ido até a janela do quarto, tendo atirado contra o fazendeiro, mas sem acertá-lo. 

O filho do homem morto precisou ser transferido para o Hospital da Universidade Federal de Uberlândia, na mesma região, devido à gravidade. Após passar por alguns procedimentos, o estado dele era estável. Ele permanece internado na unidade de saúde sob escolta policial. Os veículos usados na ação foram apreendidos. 

Leia mais:
Fazendeiro reage a cobrança de dívida, mata um homem e fere outro no Triângulo Mineiro
Homem briga com companheira por causa do almoço e acaba esfaqueando a enteada
Após perseguição, homem é preso com 560 quilos de maconha no Triângulo Mineiro