Suspensa na última sexta-feira, a feira de artesanato da avenida Bernardo Monteiro, no bairro Santa Efigênia, região Centro-Sul de BH, não será realizada, novamente, nesta semana. O motivo é o mesmo que levou ao cancelamento da última edição: o risco de queda de galhos dos fícus centenários da via, que estão doentes.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (5), em reunião entre a Secretaria Municipal Adjunta de Direitos e Cidadania e os 200 artesãos.

Porém, a própria Prefeitura, por meio da Regional Centro-Sul, manteve outros três eventos ao ar livre realizados semanalmente no mesmo local (as feiras de flores, de antiguidades e a Tom Jobim – de bebidas e alimentos, aos sábados). Para a regional, não há risco de acidentes.

Os artesãos estão apreensivos. Eles temem que a feira seja interrompida por mais tempo ou mude de endereço.

A alteração de local não é descartada pela subcoordenadora da Secretaria Municipal Adjunta de Direitos e Cidadania, Raquel Simplício. Segundo ela, uma nova reunião com os trabalhadores está marcada para a próxima quinta-feira.

Na última terça-feira, estava prevista a poda dos fícus, mas o serviço não aconteceu, pois, como as árvores são protegidas pelo patrimônio municipal é exigida uma autorização do Conselho do Patrimônio Cultural. O pedido ao órgão não foi feito.