A noite de diversão de cerca de 3 mil pessoas terminou com um jovem morto e outro ferido na Praça do Cardoso, no Aglomerado da Serra, região Centro-Sul de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (16). Uma dupla de atiradores da Pedreira Prado Lopes, na região Noroeste, é suspeita de ter cometido os crimes contra as vítimas, que também seriam da mesma comunidade.

De acordo com a Polícia Militar, a aglomeração estava na praça, localizada na avenida Jefferson Coelho da Silva, após o término de um evento de música realizado no local. Por volta de 0h50, uma dupla da Pedreira chegou à área em um veículo de cor prata, atirou na cabeça de um jovem, de 19 anos, e atingiu o tórax de um rapaz, de 22 anos. As vítimas também seriam da Prado Lopes.

O mais novo morreu na hora e o segundo rapaz foi socorrido por populares e levado às pressas, em situação estável, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, onde segue internado nesta segunda. A polícia esteve no HPS, mas o sobrevivente não soube informar quem poderia ter causado o tiroteio.

A perícia da Polícia Civil esteve no local, recolheu o celular do jovem assassinado e irá investigar o caso. A PM informou que, no momento do tiroteio, se deslocou na direção dos tiros, mas já encontrou as vítimas atingidas. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML).