Uma festa no bairro Belvedere, em Belo Horizonte, em tempos de isolamento social, acabou em prisão por desobediência. Na madrugada deste domingo, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada à rua Desembargador Jorge Fontana depois de reclamações de vizinhos pelo som alto em uma festa. O dono do apartamento, um empresário de 37 anos, se recusou a abrir o portão para os policiais, que conseguiram o acesso a seu apartamento com a intervenção do síndico.

No local, ele se negou a dar sua identificação e se recusou a prestar os esclarecimentos necessários. O empresário teria, de acordo com o boletim de ocorrência, se recusado ainda a diminuir o volume do som. Por isso, acabou detido e levado para a Central de Flagrantes do Barreiro. Lá foi ouvido e assinou um Termo Circunstânciado de Ocorrência (TCO) em que se comprometeu a comparecer em juízo para esclarecer o caso, sendo liberado em seguida.

Belvedere