A Igreja católica comemora neste sábado (15) o Dia da Assunção de Nossa Senhora e, em Belo Horizonte, os fiéis também festejam o Dia de Nossa Senhora da Boa Viagem, padroeira da cidade (o que justifica o feriado municipal). Por causa da pandemia pelo novo coronavírus, as celebrações serão virtuais e transmitidas pela internet.

A programação especial teve início às 8h, com a peregrinação da imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem por 18 paróquias da metrópole. A romaria está prevista para durar até o meio-dia. No fim da tarde, às 18h, o bispo auxiliar da Arquidiocese de BH, dom Geovane Luís da Silva, celebra missa em homenagem à padroeira. O ato litúrgico poderá ser acompanhado neste link.

Além da cerimônia eucarística em louvor à padroeira, a Igreja também realiza, todo dia 15 de agosto, a Peregrinação da Juventude ao Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, no alto da Serra da Piedade, 

Nos anos anteriores, aproximadamente 10 mil jovens participavam da romaria. Mas, em decorrência da pandemia, neste ano será diferente. Os fiéis, de diferentes paróquias da Região Metropolitana de BH, prepararam uma programação para ser acompanhada pelas redes sociais.

No Santuário da Padroeira de Minas, às 15h, um grupo de cinco jovens participará da missa presidida pelo arcebispo metropolitano de BH, dom Walmor Oliveira de Azevedo. A programação pode ser acompanhada aqui.

História 

A Igreja Católica celebra, no dia 15 de agosto, a Assunção de Nossa Senhora, uma tradição oficializada em 1950. Desde seus primórdios, a Igreja crê que Maria, recompensada por suas virtudes, recebeu de Deus a graça de elevar-se aos céus de corpo e espírito. Essa verdade da fé tornou-se dogma a partir de documento publicado pelo Papa Pio XII.  

No mundo todo, o dia 15 de Agosto é marcado por muitas festas dedicadas a diferentes títulos marianos. Em Belo Horizonte, Maria é celebrada a partir do título de Nossa Senhora da Boa Viagem – a padroeira da capital.

Uma história que começa há mais de 300 anos, quando uma pequena imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem, vinda de Portugal, motiva a construção de uma singela capela para abrigá-la, dando origem ao povoado Arraial Curral Del Rey, que precedeu a construção de Belo Horizonte, primeira cidade planejada do país.

Hoje, onde foi construída essa pequena capela, está o Santuário Arquidiocesano da Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, marco zero da capital mineira.