A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) fiscalizou 144 veículos no Anel Rodoviário, em Belo Horizonte, nesta sexta-feira (26), durante a operação "Carga Pesada". Deste total, 62 foram motocicletas. A ação terminou com a autuação de 45 motoristas e 23 motociclistas.

Das multas aplicadas, 28 foram por pneus em mal estado de conservação, 17 por problemas elétricos, seis por escapamento livre, quatro por viseira aberta e dois por placas encobertas. Além disso, outros 11 motoristas e motociclistas que trafegavam sem documentação tiveram os veículos retidos. 

Durante a ação, a equipe concessionária Via 040, responsável por administrar a BR-040, instalou 23 antenas antilinhas de pipa nas motocicletas. Os agentes da concessionária também fizeram um "pente-fino" na parte mecânica e elétrica dos veículos.

Desde dezembro de 2017, foram fiscalizados 1.157 veículos e lavradas 738 autuações na operação "Carga Pesada".

Mutuca

Em outro trecho da rodovia, próximo ao posto da Mutuca, em Nova Lima, na Grande BH, outra ação prestou atendimento médico aos motoristas. Quarenta e três motoristas foram atendidos com medição de pressão, glicose e tiveram orientações sobre boa alimentação, sono adequado, hidratação e medicação.

Nova "Rodovia da Morte"

A ação é realizada para diminuir o número de acidentes na BR-040. Na quarta-feira (24), o Hoje em Dia divulgou que a rodovia já faz mais vítimas do que a BR-381, que tem um trecho conhecido como "Rodovia da Morte". Dos 294 óbitos registrados no primeiro semestre deste ano nas estradas federais que cortam o Estado, 75 foram na BR-040. A BR-381 teve 65, ou seja, 10 mortes a menos.

Leia mais:
BR-040 já faz mais vítimas do que a 'Rodovia da Morte'
Acidentes nas BRs mineiras matam 294 no primeiro semestre deste ano