O fogo continua destruindo o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, em Belo Horizonte, nesta sexta-feira (16). De acordo com o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema), 91 pessoas estão trabalhando no combate ao incêndio, sendo 17 funcionários do Instituto Estadual de Florestas (IEF), 57 bombeiros, dez brigadistas da Copasa e cinco da Associação Mineira de Meio Ambiente (Amda) .

O Corpo de Bombeiros informou que três aviões e um helicóptero estão sendo utilizados para apagar as chamas. Ainda, segundo a corporação, existem vários focos e o combate está sendo realizado por meio do lançamento de água pelas aeronaves e por terra com o uso de sapas e bombas constais. A previsão é de que os trabalhos se prolonguem por todo o dia.

Queimada
Levantamento do Corpo de Bombeiros aponta que desde julho o número de incêndios florestais duplicou no Estado. Em julho foram 1.309, em agosto 2.423 e 1.431 em setembro.

Tempo seco
O tempo seco, que está sobre todo o Estado, aumenta o risco de incêndios em matas. A orientação do órgão é para não se fazer fogueiras nas proximidades de matas e florestas. Os motoristas que trafegarem por regiões sujeitas a incêndios deverão ter atenção redobrada devido à visibilidade reduzida pela fumaça, e em hipótese nenhuma, jogar pontas de cigarros para fora dos veículos.