Engana-se quem acha que privilegiar uma dieta saudável e rica em alimentos nutritivos traz benefícios apenas para o organismo. A pele também agradece quando frutas, grãos e cereais, por exemplo, estão presentes no cardápio. Aliados a uma boa dieta, eles, garantem especialistas, podem dar uma mãozinha para manter a cútis em dia.

Ricas em nutrientes e vitaminas, as frutas podem ser consumidas diariamente. Para hidratar a pele, a nutricionista funcional e esteticista Sheila Mustafá afirma que as com grande concentração de água são essenciais. Para essa finalidade, não podem faltar abacaxi, kiwi, abacate, melancia, melão e pêssego. Na listaainda há espaço para o tomate e a couve, ricos em água. 

Quando o assunto é proteger o corpo da ação dos radicais livres, moléculas que afetam as células sadias do corpo, as frutas vermelhas são as recomendadas por especialistas. Esses alimentos, de acordo com Sheila Mustafá, são ricos em substâncias antioxidantes.

Envelhecimento

Há quem diga que ingerir os alimentos corretos também auxilia na prevenção das rugas e na manutenção de uma pele mais jovem e saudável. Para esse fim, prefira frutas ricas em vitamina C. As mais indicadas são a laranja, a ameixa e o limão.

Patentes impedem queda no preço dos retrovirais

Relatório divulgado pela organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF) mostra que patentes farmacêuticas impedem a redução de preços dos tratamentos modernos de HIV, causador da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids). Segundo o documento, o custo mais baixo da terapia de resgate é de US$ 1.859 por pessoa por ano, 18 vezes o valor do tratamento de primeira linha e mais de seis vezes o do mais barato do que o de segunda linha. A terapia de resgate é destinada a pacientes com HIV que têm sintomas da Aids, com infecções oportunistas, por exemplo.

O tratamento de primeira linha é o primeiro indicado a quem recebe o diagnóstico de HIV positivo. Já o de segunda é para quem não se adaptou ao primeiro. De acordo com o documento, os preços de medicamentos mais antigos para HIV continuam caindo, por conta da competição das fabricantes de genéricos, mas os valores dos remédios mais novos continuam fora do alcance da maioria da população. Segundo o MSF, o papel da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), agência que regula no Brasil, entre outras coisas, o mercado de medicamentos, tem sido importante para garantir o acesso aos remédios.

Ômega 3 beneficia paciente com câncer de intestino

Pessoas com câncer de intestino podem aumentar as chances de sobrevivência com a ingestão de uma grande quantidade de ácidos graxos ômega 3, encontrados em peixes gordurosos como o atum e o salmão, de acordo com um estudo publicado na revista médica britânica Gut. A análise de dados de mais de 170 mil pessoas nos EUA revelou que, entre as 1.659 que desenvolveram câncer de intestino, havia uma forte correlação entre uma maior ingestão de ômega 3 e um menor risco de morte, segundo o estudo. “Em comparação com os pacientes que consumiram menos de 0,1 grama de ácidos graxos ômega 3 por dia, aqueles que consumiram pelo menos 0,3 gramas diárias após o diagnóstico tiveram um risco 41% menor de morrer pela doença”, informou um comunicado sobre os resultados. 

Testes gratuitos para detectar a hepatite C

A ação, promovida pela Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite em parceria com o Rotary Club, acontece nos municípios mineiros de Monte Sião e João Monlevade (ambas entre 25 e 29 de julho) e Ouro Preto (28 e 29 de julho). Podem participar homens e mulheres com mais de 40 anos. De acordo com os organizadores, o evento busca quebrar o silêncio que existe sobre a doença, diagnosticando portadores do vírus que desconhecem a situação em que se encontram. A hepatite C é assintomática até as fases mais avançadas e, geralmente, quando o portador percebe os primeiros sinais, já é tarde demais e a única possibilidade de cura seria um transplante de fígado. Estima-se que no Brasil são cerca de três milhões o total de infectados com o vírus C, o que daria para encher 50 estádios do Maracanã, no Rio de Janeiro. No mundo, há meio bilhão de pessoas que carregam os vírus das hepatites B e C. Apenas 5% dos casos estão diagnosticados.

Cientistas revelam mapa detalhado do cérebro

Durante anos, médicos tiveram acesso a mapas confiáveis do corpo e os órgãos – circulação sanguínea, sistema digestivo, nervos e similares –, mas sempre com uma frustrante zona cinzenta: o cérebro. Na última semana, neurocientistas, especialistas em computação e engenheiros disseram ter compilado o que “poderia ser o mapa mais preciso até o momento” do espaço misterioso que há entre nossos ouvidos. Pesquisadores descobriram cerca de cem regiões, não reportadas anteriormente, da camada exterior enrugada do órgão – chamada de córtex cerebral ou massa cinzenta. “Novos conhecimentos e ferramentas devem ajudar a explicar como nosso córtex evoluiu e os papéis das suas áreas especializadas em saúde e doença”, disse Bruce Cuthbert, dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA, que cofinanciaram a pesquisa, publicada na revista Nature. Um dia, eles podem permitir “uma precisão sem precedentes em cirurgias cerebrais”, acrescentou.

Estudos da “pílula do câncer” com humanos

Os testes clínicos para tratamento contra o câncer usando a fosfoetanolamina sintética, a “pílula do câncer”, começam hoje em São Paulo. A pesquisa será conduzida pelo Instituto do Câncer daquele Estado (Icesp). O início dos estudos em humanos será possível após aprovação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, do Ministério da Saúde. A Fundação para o Remédio Popular (Furp), laboratório oficial da Secretaria de Saúde de São Paulo, forneceu as cápsulas suficientes da substância para a realização da pesquisa.
Cecilia Bastos / USP Imagem