Um homem de 37 anos morreu nesta terça-feira (20) depois de ter o braço dilacerado por uma máquina de moer cana. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima trabalhava em um alambique quando ocorreu o acidente de trabalho.

O caso aconteceu em um sítio localizado em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na manhã de hoje. Testemunhas contaram que o funcionário operava o maquinário quando teve a blusa puxada pela engrenagem.

Ele não conseguiu se desvencilhar e também teve o braço sugado. Os bombeiros foram acionados para socorrer a vítima. Contudo, ela havia perdido muito sangue, estava desacordada e havia sofrido uma parada cardiorrespiratória.

Os militares fizeram várias tentativas de reanimação, no entanto o homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A perícia da Polícia Civil foi deslocada para o alambique para iniciar o processo de investigação.

O rabecão também esteve no local e, após os trabalhos de praxe, o corpo da vítima será encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML).