Manifestantes ocupam, na manhã desta terça-feira (30), a área frontal à portaria da Refinaria Gabriel Passos (Regap), da Petrobras, na BR-381, em Betim, na Grande BH. Segundo o Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro-MG), o ato é contrário às privatizações anunciadas pela empresa, da qual a Regap está inclusa. 

Além disso, o aumento dos preços dos combustíveis também está na pauta dos petroleiros. Para o Sindipetro, a privatização irá piorar o valor desses produtos. 

"Se conseguirem vender as refinarias brasileiras, o máximo que vai acontecer é a formação de um cartel, onde o preço dos derivados será combinado entre as 8 empresas que comprarem as refinarias e isso não garantirá que o preço dos combustíveis vá baixar", manifestou o sindicato, por meio de conta oficial no Twitter. 

A Polícia Militar afirmou que não acompanha a manifestação e a Auto Pista Fernão Dias, concessionária responsável pelo trecho, informou que o ato não afeta o tráfego na BR-381. Segundo o sindicato, há cerca de 200 pessoas mobilizadas desde as 7h30 desta terça. 

Ainda de acordo com o sindicato, a manifestação é replicada nas outras sete refinarias com anúncio de privatização.  

Privatizações

A venda da Gabriel Passos e de outras sete refinarias faz parte, segundo o Conselho de Administração da Petrobras, das novas diretrizes do Plano de Negócios e Gestão 2020-2024, que tem previsão de aprovação e divulgação no quarto trimestre deste ano. O documento foi divulgado na última sexta-feira (26). Também está prevista a venda de uma rede de postos no Uruguai e de parte da participação na Petrobras Distribuidora (BR). 

De acordo com a empresa, a venda das refinarias busca concentrar recursos em ativos de maior rentabilidade, de forma a possibilitar mais competitividade e transparência ao segmento de refino no Brasil.

Além da Gabriel Passos, devem ser vendidas as refinarias Abreu e Lima, a Unidade de Industrialização do Xisto, as refinaria Landulpho Alves, Presidente Getúlio Vargas, Alberto Pasqualini e Isaac Sabbá, além da Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor).

Leia mais:
Petrobras anuncia venda de postos no Uruguai e de oito refinarias, incluindo a Regap em Betim