Uma batida frontal entre um Fusca e um ônibus de viagem terminou com seis pessoas mortas na MG-179, em Pouso Alegre, no Sul de Minas. Todas as vítimas eram ocupantes do Fusca. O acidente aconteceu na madrugada deste domingo (9). 

Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Pouso Alegre, o acidente aconteceu na altura do km 98, quando o Fusca, que seguia no sentido Alfenas, acabou invadindo a pista contrária e batendo de frente com um ônibus, que seguia no sentido Silvianópolis para um evento religioso no interior de São Paulo, com 45 passageiros. 

O choque da batida fez com que três dos ocupantes do Fusca fossem arremessados para fora do veículo, levantando a hipótese de que estariam sem cinto de segurança, segundo a PMRv. Um deles, que já estava sem vida, acabou sendo atropelado por um Jipe que seguia na rodovia atrás do Fusca e não conseguiu frear a tempo. 

Os outros três ocupantes do carro de passeio ficaram presos às ferragens. Um deles foi resgatado ainda com vida e socorrido, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e acabou morrendo. Segundo a PMRv, a perícia vai analisar se o motorista teria ingerido bebida alcoólica antes de pegar a direção.

O motorista do Fusca tinha 35 anos, e os demais passageiros eram uma adolescente de 14 anos, uma mulher de 34 e uma idosa de 64 anos, além de um casal, que não foi possível identificar por estarem sem os documentos, mas que tinham entre 30 e 35 anos. Segundo relatos, todas as vítimas seriam da mesma família e estariam voltando de uma festa antes do acidente.

ÔnibusNenhum ocupante do ônibus se feriu no acidente 

Leia mais: 

Colisão frontal entre dois veículos deixa sete feridos em Poços de Caldas
Após tragédia na Senhora do Carmo, pistas de ônibus são liberadas para desafogar o trânsito
Homem se fere gravemente após queda de parapente em Mateus Leme