Bairros das regiões Leste, Noroeste e Nordeste de BH ficaram com o serviço de coleta de lixo comprometido nesta terça-feira (27). O motivo foi uma paralisação das atividades dos servidores terceirizados da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU). A paralisação foi feita pelos funcionários da empresa Consita, uma das que prestam serviço de coleta de lixo na cidade. 

Segundo o Sindeac [sindicato que representa a categoria], o protesto é realizado por 300 trabalhadores, que estão reivindicando melhores condições de trabalho, equipamentos de segurança, além da regularização do pagamento de salário que estaria em atraso.

Em nota, a Consita S.A informou que os funcionários recusaram a trabalhar, mas sem apresentar pauta de reivindicações. A empresa esclareceu que o sindicato foi acionado e que a respeito da segurança dos servidores serão tomadas providências. A Consita disse ainda que tomou "todas as providências para regularizar a situação, inclusive contratação emergencial de trabalhadores", ressaltando que está aberta a negociar eventuais reivindicações, desde que os trabalhadores retomem o trabalho.

A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) informou que está tomando as providências necessárias para que a coleta de resíduos domiciliares seja retomada, ainda nesta terça-feira (27), nas regiões Leste, Nordeste e Noroeste da capital. Em nota, a SLU disse que "na noite dessa segunda-feira (26), os funcionários da prestadora de serviços do município interromperam a coleta, motivados por assuntos internos da empresa contratada, que já estão sendo tratados entre eles e a prestadora de serviços da qual fazem parte". Segundo a SLU, os pagamentos à empresa contratada estão regulares, com todas as obrigações em dia.

Leia mais:
Com a suspensão da coleta de lixo, sujeira tomou conta das ruas de Belo Horizonte