A Justiça condenou a 29 anos e seis meses de prisão em regime fechado, nesta terça-feira (4), o garoto de programa José Luiz Filho, de 25 anos, que assassinou o gerente do Walmart, Leandro Rogério dos Santos, 36, em março deste ano. Ele teria matado o homem com 18 facadas, sendo três no coração. Após o assassinato, o acusado roubou o carro e objetos da vítima que estavam em sua casa.

Conforme os autos, o garoto de programa, que atendia pelo pseudônimo de Kaio Lucass, conheceu a vítima em uma sala de bate-papo na internet. Após um mês de troca de mensagens, eles se encontraram no apartamento do ex-gerente, onde ele acabou sendo morto. O garoto de programa roubou o veículo e dois notebooks do homem. Ele foi preso após ser flagrado por câmeras de uma agência bancária tentando sacar dinheiro na conta da vítima.
 
Conforme o juiz Danton Soares Martins, o réu confessou o crime e afirmou que, antes de ir ao encontro com a vítima, já planejava assaltá-la. Quando foi se encontrar com o ex-gerente, o acusado levou uma faca. Ele deixou claro que sacou a arma quando ambos estavam na cama. 
 
Diante dos fatos, o magistrado concluiu que os fatos configuram crime de latrocínio e não, como queria a defesa, roubo e homicídio. O juiz ainda ressaltou que o réu não pode recorrer da sentença em liberdade.