Do tradicional pão de queijo ao feijão tropeiro, a culinária é um dos atrativos mais fortes da cultura mineira, chamariz para turistas de todos os cantos do Brasil e do mundo. A demanda não para de crescer e abre oportunidades de trabalho para profissionais da gastronomia. Independentemente do tipo e porte do estabelecimento, em Belo Horizonte ou no interior, fundamental é oferecer comida de qualidade e atendimento de primeira para garantir a fidelização da clientela.   

Para sobreviver nesse mercado, que atualmente emprega 6 milhões de pessoas no país, não basta gostar de cozinhar ou ter o dom de harmonizar os ingredientes. Não há espaço para amadores - ou, pelo menos, não por muito tempo. A especialização é imprescindível para quem faz questão de se destacar.

Coordenador do curso de gastronomia das Faculdades Promove, em BH, Jackson Cabral é um dos especialistas mais renomados na área. Avaliador do Ministério da Educação (MEC), já acompanhou a implantação de graduações em instituições brasileiras e valoriza a expertise que os estudantes adquirem antes mesmo da entrada no mercado de trabalho.

“Quem estuda não fica o tempo todo na cozinha. A gastronomia é muito mais que isso. É o ato de cozinhar, é cultura. É toda essa relação direta com o alimento", afirma. Jackson Cabral ainda cita a importância do aprendizado nas áreas de sustentabilidade, empreendedorismo e marketing, que envolvem todo o trabalho na área, durante a graduação.

Prática

Nas Faculdades Promove, o curso de Gastronomia dura dois anos e meio. Com nota 4, num ranking que vai até 5, no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), a graduação tem, como diferencial, práticas integradas com o mercado de trabalho e instituições parceiras.

“Temos o melhor curso pela qualidade dos nossos professores. A estrutura é diferenciada, com cozinhas e espaços-escola. O aluno ainda aprende métodos essenciais para empreender na área. Temos até aula de fotografia e pesquisa, que é o que mais falta na gastronomia”, afirma o professor.

Dentre as novidades para este semestre, Jackson Cabral destaca mais convênios para abrir portas aos alunos. Há parcerias, inclusive, com empresas no exterior. Só  Portugal já recebeu 14 estudantes do Promove para intercâmbios.

“Recentemente, fomos procurados por uma empresa de BH para mais uma parceria de intercâmbios com empresários do Canadá”, adianta o coordenador do curso de gastronomia das Faculdades Promove.

Serviço:
Curso de Gastronomia das Faculdades Promove
Duração: 2 anos e 6 meses
Vagas: 50
Horários: diurno e noturno
Vestibulares: até 24 de fevereiro
Informações: vestibularunificado.com.br ou 0800 031 2103

Leia mais:
Programa oferece 28.700 mil bolsas de estudo em Minas com desconto de até 70%