O recinto dos gorilas é a principal atração do zoológico de Belo Horizonte neste sábado (12). Não é por menos. Os filhotes Sawidi e Jahari completaram o primeiro ano de vida – em 5 de agosto e 10 de setembro, respectivamente – e este fim de semana foi escolhido para festejar a data.
 
Logo cedo, os aniversariantes e os pais Leon, Lou Lou e Imbi foram presenteados com comidas especiais: frutas embrulhadas em uma palha de banana, biscoito de sementes e, para completar, cupcakes de farinha enriquecida, amendoim moído e coco ralado, com enfeites de manjericão.
 
Tudo preparado com carinho e com os nutrientes que os animais precisam, explica a bióloga e educadora da Fundação Zoo-Botânica, Rízia Dias Botelho. “Quem come mesmo são os gorilas adultos. Os filhotes ainda amamentam e apenas experimentam um alimento ou outro”.
 
Até hoje, Sawidi e Jahari não foram medidos ou pesados. Afinal, as mamães Lou Lou e Imbi têm se mostrado bastante ciumentas com as crias e não permitem a aproximação de estranhos.
 
O pai Leon também é muito cuidadoso. Com olhar desconfiado, encarou o público que foi ao zoológico para participar da festa.
 
“Estamos muito felizes em vê-los bem. Há 40 anos a Fundação Zoo-Botânica mantém essa espécie e só agora conseguimos formar um grupo. Aliás, esses são os primeiros gorilinhas  nascidos na América do Sul”.

 
Público

Visitantes do zoológico também foram presenteados com uma programação especial. Uma tenda serviu para as crianças fazerem atividades de colorir e escrever cartas à família de gorilas.

Além disso, um vídeo com a história do grupo foi exibido ao público. “Eles são tão fofos, que dá vontade de levar para casa. Achei engraçado quando o filme mostrou os filhotes aprendendo a andar”, contou Cecília Rita Fernandes Santos, de 8 anos, que foi ao zoo em uma excursão da Escola Municipal Percília Leonardo, da cidade de Araújos.

As atividades pela festa dos gorilinhas se repetem neste domingo (13), entre 10h e 16h; as entradas custam R$ 8.