Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, e outras 50 cidades, todas elas aderentes ao Minas Consciente e agrupadas na macrorregião de saúde Leste, poderão avançar, neste sábado (22), para a onda amarela do plano.

Com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (20), os municípios poderão abrir mais estabelecimentos, como bares, clínicas de estética, salões de beleza e lojas de roupas e eletroeletrônicos.

A onda amarela é classificação intermediária do Minas Consciente, que é o programa estadual de retomada da atividade econômica. A definição se uma macro ou microrregião do Estado irá avançar ou retroceder ondas é feita com base em dados epidemiológicos da Covid-19 da localidade.

Balanço do programa

O secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, ainda atualizou os números do programa em Minas. Segundo o gestor, 535 municípios mineiros já aderiram ao plano, o que representa mais de 60% de todo o Estado, com 12,1 milhões de pessoas impactadas pelas orientações estaduais. 

Entre as macrorregiões com maior adesão ao Minas Consciente, estão a Centro-Sul, com 47 dos 51 municípios em acompanhamento ao plano; Sudeste, com 73 das 94 cidades; Leste, com 47 (em 51 no total); e Noroeste, onde 19 municípios (em um total de 33 na região) já adotaram o plano.

"Nas macrorregiões em que há uma maior adesão, os indicadores 

epidemiológicos têm dado sinais claros de eficiência, de eficácia do plano", afirmou Passalio. 

Ao todo, o Estado tem 596 municípios na onda amarela e 257 na onda vermelha (onde apenas serviços essenciais podem funcionar). Ainda não há cidades na onda verde, que é a mais ampla do Minas Consciente.

"A maior parte dos municípois está na onda amarela. Isso corrobora com todo esse caminho que estamos tendo de que a pandemia, nesse segundo tempo, já começa a dar sinais de melhora", declarou Passalio. 

O gestor ainda informou que os municípios com até 30 mil habitantes e que possuem até 50 casos de Covid-19 para cada 100 mil habitantes, aptos a migrarem para a onda amarela independemente da classificação em que a macrorregião da cidade está, são 433 na atualidade.