O Governo de Minas Gerais deu início nesta segunda-feira (21) à captação de água no Rio Paraopeba, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Foram investidos R$ 128,4 milhões na obra, que irá garantir o abastecimento de água da região pelos próximos 20 anos.

“Essa é uma vitória importante para Minas Gerais, especialmente para a Região Metropolitana. Nós, quando assumimos o Governo, tínhamos um desafio enorme, porque, se nada fosse feito, inevitavelmente faltaria água para a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com a captação de água do Rio Paraopeba garantimos que não haverá risco de desabastecimento e nem colapso nas próximas estações de verão”, afirmou o governador.

Funcionamento

O empreendimento consiste em bombear até cinco mil litros de água por segundo, captados no Rio Paraopeba através de 6,5 quilômetros de adutora de aço, com diâmetro de 1,5 metro, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Manso, que pertence ao Sistema Paraopeba.

Na ETA do Rio Manso, a água passará pelos processos de coagulação, floculação, decantação, filtração, cloração e fluoretação. As obras, iniciadas em junho deste ano, estão com 95% de execução.

Com a utilização da nova captação, principalmente durante a temporada de chuvas, será possível poupar a produção de água nos reservatórios do Sistema Paraopeba, permitindo recuperá-los para o enfrentamento do período seco.

“Agora, chovendo ou não, não vai faltar água. E isso gera um conforto. Então, tudo isso somado é uma vitória de Minas Gerais. Não é uma vitória de um governo e nem de uma instituição, é uma vitória do esforço conjunto de todos em uma causa muito nobre que é garantir o abastecimento de água”, declarou o governador.