O governo de Minas Gerais está em tratativa com a Covaxx, divisão norte-americana da farmacêutica United Biomedical, para a produção de uma vacina contra o novo coronavírus. Um memorando de entendimento foi assinado entre as partes, sinalizando que, a partir de agora, a empresa e o poder público irão discutir a possibilidade de parceria.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo secretário de Estado de Saúde (SES), Carlos Eduardo Amaral, durante entrevista coletiva para falar sobre a situação da pandemia de Covid-19 no território. "Temos expectativas outras que serão definidas à medida que as ações do memorando de entendimento forem sendo tomadas", disse.

O titular da SES também prevê que, caso a parceria seja viabilizada, os testes das fases 2 e 3 da Covaxx sejam realizados por aqui. "Para definir a eficácia dessa vacina", complementou.

Em seguida, ainda de acordo com Carlos Eduardo Amaral, a expectativa é apresentar a proteção ao Ministério da Saúde para que ela seja incorporada ao Programa Nacional de Imunização, caso as doses apresentem eficácia e eficiência.

Sobre a estratégia de vacinação contra a Covid-19 em Minas, o secretário reforçou que a elaboração deve ser feita, até o momento, pelo governo federal. "Para que não haja diferença entre os estados nem municípios", concluiu.

Leia mais:
Três a cada dez testes para Covid na rede pública dão positivo para a doença em Minas
SES aposta na conscientização para frear aumento dos casos de Covid-19 durante festas de fim de ano