O 13° salário dos servidores estaduais que tinham direito a receber entre R$ 2 mil e R$ 2,5 mil líquidos foi pago integralmente nesta terça-feira (21). De acordo com o Governo de Minas, o pagamento dos demais trabalhadores será feito por meio da antecipação dos recebíveis do nióbio.

Também nesta terça foi depositado o recurso referente à primeira parcela dos servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) e à segunda na área de Segurança, conforme acordos firmados com as categorias.

Com esses dois pagamentos, o governo afirma que 75% do funcionalismo público está com o rendimento parcial ou totalmente quitado. “É uma prioridade para o Governo de Minas quitar o benefício de todos os servidores públicos estaduais. Estamos empenhados em buscar soluções e já conseguimos garantir o 13° de grande parte do funcionalismo”, declarou o secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy.

Ainda segundo a pasta, na Educação, 70% dos trabalhadores já tiveram acesso ao recurso de forma integral, situação que se repete para 50% dos que atuam na área da Saúde. No último mês de 2019, o governo já havia efetuado o pagamento do 13º de 61,5% do funcionalismo. Na época, atendendo a um critério social, foi priorizada a quitação daqueles que tinham direito a receber até R$ 2 mil líquidos. 

A conclusão do pagamento para os servidores ainda não contemplados ocorrerá com a realização da operação financeira de antecipação dos recebíveis do nióbio. A data não foi informada.