O governo de São Paulo informou, nesta quinta-feira (7), que a CoronaVac - vacina contra a Covid-19 da farmacêutica chinesa Sinovac desenvolvida em parceria com Instituto Butantan - registrou eficácia de 78% nos testes clínicos feitos no Brasil.

Além disso, o imunizante garantiu 100% de proteção contra mortes, casos graves e internações nos voluntários vacinados que foram infectados pela doença.

Ao todo, a vacina foi testada em sete estados (incluindo Minas) e no Distrito Federal, com 13 mil voluntários brasileiros, desde julho de 2020. Os resultados deveriam ter sido divulgados em 23 de dezembro, mas foram informados somente nesta quinta.

Próximo passo

Ainda conforme o governo paulista, o Butantan deve enviar à Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda nesta quinta o pedido de autorização para o uso emergencial da CoronaVac, além do registro definitivo do imunizante no país.

Segundo o governo, a expectativa é de que os dados sejam avaliados pela agência em até 10 dias.