O governador Romeu Zema esteve em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, nesta terça-feira (19), para entregar dez dos 187 respiradores que foram consertados pelo Estado. Outros 65 equipamentos devem ser entregues em outras cidades nesta semana.

A ação teve início em Teófilo Otoni porque a cidade demanda uma atenção especial no enfrentamento à Covid-19. O município é referência em saúde para uma região com cerca de 30 cidades e já registrou, até o momento, quatro óbitos (dois deles confirmados pela prefeitura nesta terça-feira) e 71 casos confirmados.

Com a chegada dos respiradores, foi possível aumentar o número de leitos de UTI no hospital Bom Samaritano, que se tornou referência para atendimento de casos relacionados ao novo coronavírus. Dessa forma, a unidade passa a contar com 20 leitos de enfermaria e dez leitos de terapia intensiva para pacientes com Covid-19.

Teófilo Otoni foi uma das 57 cidades mineiras que receberam a recomendação de manter abertos somente os comércios considerados essenciais (como padarias, supermercados e farmácias). A cidade deve ainda ganhar um hospital regional no futuro, mas ainda não há previsão para a conclusão das obras. 

Respiradores

A Polícia Militar recolheu 428 respiradores que estavam danificados em diversas instituições no Estado e já foram consertados 187 deles, por meio de parceria com empresas e a Fecomércio. De acordo com o Governo, 75 deles serão entregues nesta semana e começam a ser usados imediatamente pelas unidades hospitalares.

Os respiradores serão devolvidos para os seus respectivos donos, ampliando a capacidade assistencial do Estado. Além disso, alguns equipamentos poderão ser realocados em áreas estratégicas determinadas pela Secretaria de Saúde.

Leia mais:
Banco de leite humano do Sofia Feldman tem queda de 20% nas doações em meio à pandemia
Justiça suspende flexibilização do isolamento social em Nova Lima