Compra de equipamentos e aluguel de aviões estão entre as ações imediatas previstas no plano emergencial para reforçar o combate a incêndios em Minas Gerais. Ao todo, R$ 8 milhões serão investidos.

O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Sávio Souza Cruz, que participou nesta segunda-feira (19) de uma reunião com o governador Fernando Pimentel.

Na noite do último sábado (17), o governo de Minas decretou situação de emergência em todo o estado devido às queimadas que têm destruído reservas naturais e outras áreas florestais. O decreto foi publicado em uma edição extraordinária do diário oficial (Minas Gerais) deste domingo (18).

A situação de emergência vai vigorar pelos próximos 90 dias. Conforme consta no decreto, a medida se deve à "situação anormal derivada da ocorrência crescente de grande número de incêndios provocados pela prolongada estiagem em diversas regiões de Minas Gerais, de forte intensidade, provocando severos danos e prejuízos ao estado e aos municípios afetados".

Na prática, o decreto permite ao Estado reforçar o processo de combate às queimadas. O texto também alerta também para os riscos de graves danos humanos, sociais, materiais e ambientais às populações atingidas.

No último final de semana, foram registrados, pela Defesa Civil, 26 focos de incêndio nas unidades de conservação estaduais. O mais grave o ocorreu no Parque Estadual do Rola Moça, atingindo uma área de mais de 1 mil hectare. O fogo no parque foi controlado no domingo, após cinco dias de chamas.

Ações emergências já aprovadas:

- Contratação de horas voo de aviões de combate a incêndios florestais modelo Air Tractor 802ª ou 802G; de helicópteros Esquilo AS 350 83 com helibaldes de 700 litros ou mais

- Locação de caminhões pipa com canhão para lançamento de água, motorista e operador

- Contratação de veículos 4x4 caçamba e conjunto motobomba e reservatório de 700 litros

- Aquisição de 400 kits de equipamentos de proteção individual – Epis, para os funcionários das unidades de conservação

- Aquisição de 120 sopradores costais à gasolina

- Aquisição de conjuntos de motobomba e reservatório de 700 litros

- Interlocução, junto ao governo federal, para doação de veículos desativados de combate a incêndios da Infraero

- Aquisição de caixas d’água de 20 mil litros