Única barreira capaz de evitar as complicações da Covid-19, a vacinação será ampliada em BH e cidades vizinhas a partir de hoje. Objetivo é acelerar a proteção aos idosos. Moradores devem ficar atentos aos horários de atendimento e locais onde serão aplicadas as doses.

Na capital, a fila anda nesta segunda para quem tem 67 anos, completos até 30 de abril. Com o novo grupo, a prefeitura pretende proteger mais 27 mil pessoas. O horário é das 7h30 às 16h30 nos centros de saúde e postos fixos, e 8h às 16h30 nos drive-thru. Clique aqui e confira os endereços.

É preciso levar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. Todos, sem exceção, devem usar máscara e respeitar o distanciamento. 

Até a última quinta-feira, foram vacinadas 288 mil pessoas, entre profissionais da saúde da linha de frente no combate à Covid, moradores e funcionários de asilos e casas inclusivas. Desse grupo, 100 mil receberam a segunda dose.

Após orientação do Ministério da Saúde, a prefeitura não faz mais reserva para a aplicação de reforço. Todas as doses recebidas têm sido utilizadas para ampliar a vacinação.

Também na quinta, o governo federal começou a distribuição de 9 milhões de vacinas aos estados. As unidades serão destinadas aos trabalhadores da saúde, idosos e profissionais das forças de segurança. 

Grande BH
Em Sabará, na região metropolitana, novos grupos serão vacinados nesta semana pelo sistema drive-thru. Amanhã, serão contemplados moradores de 66 e 67 anos. Na quinta, quem tem 64 e 65. A estimativa é de que sejam imunizadas 3 mil pessoas. 

A Prefeitura de Ribeirão das Neves também expandiu a campanha. Lá, serão imunizados, hoje, pessoas com 69 anos. Na quarta e quinta-feira, é a vez daqueles com 68. O público estimado é de aproximadamente 4 mil idosos.

Outras cidades da Grande BH se adiantaram e ampliaram a vacinação semana passada. Em Contagem, houve mutirão para proteger os moradores com 67 anos ou mais no dia 1º. Em Betim, idosos com mais de 68 foram imunizados durante o feriado. Já em Brumadinho, aqueles com idade superior a 65 receberam as doses entre 1º e 3 de abril.