Diversas linhas de ônibus que circulam diariamente pela região do Barreiro, em Belo Horizonte, deixaram de rodar na manhã desta terça-feira (13). Motoristas da empresa TransOeste se recusaram a retirar os coletivos da garagem.

A greve, conforme os trabalhadores, é para reivindicar o pagamento dos salários em dia e exigir melhores condições de serviço. A TransOeste tem aproximadamente 25 linhas de ônibus e, por dia, conforme a BHTrans, atende cerca de 24 mil passageiros.

Os veículos da empresa trafegam principalmente pelas estações Diamante e Barreiro. Representantes da TransOeste estão reunidos com os trabalhadores para negociar o retorno do serviço.

Procurada pela reportagem, a empresa ainda não se manifestou sobre a paralisação. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setra-BH) também não se posicionou até o momento.

O Hoje em Dia ainda aguarda resposta da BHTrans sobre a greve.