Estão atrás das grades os quatro homens que teriam participado de incêndio a um ônibus em Uberlândia, na região do Triângulo Mineiro, na noite de quarta-feira (23). Segundo a Polícia Militar, na ocasião da prisão, além deles, uma mulher e o filho de 14 anos foram detidos por envolvimento com o tráfico de drogas e furto qualificado.
 
Após denúncia anônima, militares foram até o bairro Luizote de Freitas, onde pessoas estariam comercializando entorpecentes. Quando os policiais chegaram no local, duas pessoas notaram a presença deles e tentaram fugir, mas não conseguira.

O adolescente e a mãe, Cintia Neri, foram abordados quando entravam na residência da família. No imóvel, a PM encontrou cocaína, maconha e crack, além de material para embalar drogas. Além disso, foi constatado por técnicos da Cemig que no imóvel havia o chamado “gato". Ainda na casa, estavam Marcos Paulo Olivério, 22, Edis Galdino Júnior, 30, Rodney Silva, 22, e Cleyber Silva, 24, presos por envolvimento com o tráfico.
 
Um dos quatro homens confessou aos militares que eles teriam participado do incêndio ao ônibus e ainda delatou outro comparsa que teria dado a ordem para o crime. Todas as seis pessoas foram encaminhadas à delegacia da cidade junto com o material apreendido.

Incêndio no ônibus
 
No fim da noite de quarta-feira (24), seis pessoas invadiram um ônibus, jogaram gasolina no cobrador e incendiaram o veículo. O ataque ocorreu por volta de 23h40, quando o coletivo da linha A-401, da empresa Sorriso de Minas, parou para o embarque de um pedestre na rua Veridiano Teodoro, bairro Luizote. Neste momento, o motorista foi surpreendido por um bando com galões de gasolina.

As seis pessoas estavam encapuzadas e uma delas armada com um revólver, conforme os policiais. Os suspeitos invadiram o coletivo e espalharam o combustível, inclusive, jogando o líquido sobre o cobrador.

Em seguida, o grupo ordenou que eles deixassem o ônibus e atearam fogo. A polícia informou ainda que o motorista, de 47 anos, e o cobrador, de 30, não ficaram feridos. Os próprios acionaram o Corpo de Bombeiros e a polícia. O ônibus ficou totalmente destruído.