Um agente da Guarda Municipal foi detido após ameaçar policiais militares e invadir uma academia armado. O caso aconteceu na noite de segunda-feira (26), depois que o guarda cometeu uma infração de trânsito no bairro São Geraldo, na região Leste de Belo Horizonte.

Conforme registrado no boletim de ocorrência (B.O), o guarda, de 40 anos, foi visto trafegando de moto na contramão da rua Silva Alvarenga. Ele recebeu ordem de parada, mas teria desacatado a determinação dos militares.

Posteriormente, o homem se identificou como policial e, depois, apresentou a carteira funcional da Guarda Municipal. Na sequência, segundo o B.O., ele apontou uma arma para os policiais e correu para dentro de uma academia. Os alunos do espaço se assustaram com o caso e saíram apressados do local.

Negociação

Ainda conforme a PM, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado para negociar com o guarda. Mesmo assim, o agente não se rendeu. Pouco tempo depois, um subinspetor da Guarda Municipal compareceu ao local e, após nova negociação, conseguiu com que o suspeito se entregasse.

Durante a confusão, o guarda municipal teria dito para os PMs que: "os guardas municipais colocam todos vocês no bolso" e "a PM é cheia de militares ruins de serviço". Depois de detido, ele disse que estava enfrentando problemas pessoais e, por isso, desacatou a ordem de parada ao cometer a infração de trânsito.

O homem foi conduzido para a Central de Flagrantes (Ceflan), onde a ocorrência foi registrada. Procurada pela reportagem, a Guarda Municipal disse que o agente foi ouvido e liberado durante a madrugada desta terça-feira (27).

O caso será investigado pela Polícia Civil, e a Guarda Municipal disse que a corregedoria da corporação "irá continuar acompanhando os desdobramentos". A academia invadida pelo agente também foi acionada pelo Hoje em Dia, mas optou por não se manifestar.