Um guarda municipal foi preso com a Carteria Nacional de Habilitação (CNH) falsa, na tarde desta terça-feira (23), no bairro Mantiqueira, na região de Venda Nova de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), Alberto Ferreira Alves Júnior, de 28 anos, confessou ter comprado o documento em uma autoescola por R$ 2.500. 
 
Conforme a PM, Júnior foi abordado durante uma blitz, na rua José Félix Martins, por volta das 16h30. Ele conduzia uma motocicleta Honda XRE 300 de cor preta. Ao verificar a CNH, os militares constataram que alguns dados não batiam com os registrados pelo sistema do Detran-MG. A carteira apresentada por Júnior é da categoria “AB” e venceria em 13 de dezembro de 2017. Já os dados do sistema mostram que a CNH dele era da categoria “A” e tinha vencido em 13 de dezembro de 2013.
 
O guarda municipal disse à polícia que achava que a CNH era original e alegou não saber que o documento havia sido adulterado. O homem afirmou ainda que comprou o documento em 2011, de um homem, em uma autoescola do bairro Maria Helena, em Ribeirão das Neves. 
 
Júnior é acusado por uso de documento falso e foi encaminhado para a Central de Flagrantes (Ceflan) I, no bairro Floresta, região Leste de Belo Horizonte. 
 
Como os documentos da moto estavam corretos, o veículo não foi apreendido.