O número crescente de casos e mortes de Covid-19 em Belo Horizonte e em Minas parece não preocupar alguns moradores. Depois de fazer uma fiscalização neste sábado (20) na avenida Bandeirantes, no bairro Mangabeiras, Região Centro-Sul da capital, para orientar pessoas que usavam o local para caminhar sobre a importância do uso da máscara e de se evitar aglomerações, o alvo deste domingo (21) foi o Conjunto IAPI, na Lagoinha, região Noroeste da cidade.

Dezenas de pessoas se reuniram para jogar bola na quadra do condomínio e, outras, para assistir a "pelada". A Guarda Municipal foi até o local para dispersar "atletas" e público e distribuir máscaras.

 

IAPI2

Jogadores tiveram que interromper a partida e voltar para casa

As ações da corporação continuarão, com apoio da PM, seguindo determinação do prefeito Alexandre Kalil, que na última sexta-feira enfatizou que, se os números continuarem a aumentar e a população não fizer sua parte - usando máscara, principalmente -, não descarta o fechamento total (lockdown) da cidade.

Belo Horizonte registrava, no balanço divulgado neste sábado (20), 3.896 casos com 96 mortes.

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), 2.064 agentes da Guarda Municipal estão nas ruas, em escala e em pontos estratégicos, para fazer a fiscalização e atender denúncias dos moradores. A população pode denunciar as irregularidades por telefone (número 156) ou pelo site da prefeitura.