Os guardas municipais que trabalham dentro do Parque Municipal de Belo Horizonte serão treinados para evitar o abandono de gatos na área verde. O ponto turístico, conforme a prefeitura, é atualmente a maior colônia urbana de felinos da cidade, com aproximamente 300 gatos.

"Esse treinamento é parte das ações desenvolvidas para estabelecer um plano de manejo dos felinos no Parque Municipal. Além dos malefícios aos animais que sofrem com doenças, agressões e intempéries, a ação visa também ações preventivas contra a esporotricose e raiva", afirmou Leonardo Maciel, gerente de defesa dos animais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA).

Abandonar animais domésticos em locais públicos é crime previsto em lei. "A GM estará apta a fazer a abordagem e encaminhamento dos casos flagrados no parque para que sejam tomadas as medidas legais cabíveis", destacou o presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotanica, Sergio Augusto Domingues. Os casos flagrados serão encaminhados para a Delegacia Especializada em Investigação de Crimes contra a Fauna, que dará início ao inquérito.

Além disso, uma campanha de conscientização será desenvolvida para alertar a população sobre o abandono dos felinos. O treinamento, que ocorrerá na tarde desta segunda-feira (1º), contará com a participação da SMMA, da Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção (SMSP), da Polícia Civil e da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZ).

Leia mais:
Gatos do Parque Municipal de BH terão novo destino