A partir desta segunda-feira (23), a Guarda Municipal de Belo Horizonte atuará preventivamente na fiscalização e combate de queimadas na cidade. Todas as viaturas da corporação farão rondas para identificar possíveis focos. Caso um princípio de incêndio seja constatado, a corporação informará o Centro Integrado de Operações (COP-BH), que irá acompanhar a ocorrência e acionar o Corpo de Bombeiros.

"As equipes foram orientadas a manter a atenção redobrada aos incêndios. O momento é de unirmos esforços visando a proteção de nossa população", explica o diretor geral de operações da Guarda Municipal, Júlio César Freitas. O ato de provocar incêndio pode resultar em prisão com pena prevista de dois a quatro anos de reclusão.