A Polícia Militar (PM) segue em busca de um homem de 27 anos suspeito de assassinar a ex-companheira com 45 golpes de tesoura, na manhã desta terça-feira (16), em Extrema, no Sul de Minas Gerais. Tanto o suposto autor como a vítima são haitianos e estariam vivendo na cidade há cerca de dois anos. O  crime aconteceu no interior do salão de beleza da vítima, que já tinha uma medida protetiva contra o suspeito. 

As informações da polícia dão conta que era por volta de 9h30 quando a corporação foi acionada até o estabelecimento, localizado na rua Bragança, no Centro do município, onde estaria ocorrendo uma tentativa de feminicídio. Quando eles chegaram ao local, encontraram a mulher caída dentro do salão e com várias perfurações pelo corpo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas acabou constatando a morte da vítima. 

Testemunhas que moram em frente à loja da haitiana contaram para a PM que ouviram os gritos e, quando saíram, viram um homem negro, alto, vestindo calça jeans e camisa branca listrada golpeando a vítima com uma faca no pescoço. Depois que a ex-companheira caiu, o suspeito ainda teria desferido outros golpes nas costas da mulher. 

Depois disso, o homem correu por cerca de 30 metros, entrou em um Fiat Palio prateado e fugiu. Um homem ainda compareceu ao local e relatou que a mulher estaria sendo ameaçada pelo ex-companheiro. A testemunha afirma que ele e a vítima mantinham um relacionamento escondido por medo que o suspeito fizesse algo. O atual companheiro da mulher disse ainda que ela já tinha uma medida protetiva contra o homem. 

Ajuda para fugir 

Momentos depois, outras testemunhas repassaram para a PM que um homem de 30 anos teria auxiliado o suspeito a fugir, dirigindo o carro que foi visto na rua. A partir daí as informações dos suspeitos e do veículo foram repassadas pela rede da corporação, inclusive alertando a polícia de São Paulo, já que o suspeito poderia fugir em direção ao Estado vizinho. Entretanto, até a noite desta terça nenhum dos dois envolvidos havia sido preso. 

A tesoura usada no crime foi localizada e apreendida no local do crime. A Polícia Civil investigará o feminicídio. 

Leia mais:
Mulher é morta a tiros e outra é estrangulada com fio elétrico em Contagem
Homem agride a esposa com marteladas e a faz refém por duas horas no Santa Cruz
Homem é preso em Barbacena suspeito de matar a esposa, grávida de 6 meses