O laboratório mineiro Hermes Pardini voltou a oferecer o exame em casa para detecção do novo coronavírus. O serviço havia sido suspendido por causa da grande procura e por orientação do Ministério da Saúde, que recomendou que os insumos necessários para fazer o teste fossem direcionados para os hospitais.

Porém, neste sábado (28), a rede informou que retomou o diagnóstico da Covid-19 em domicílio. "Além de realizar remanejamento interno para aumentar sua capacidade de atendimento domiciliar e produção laboratorial, a empresa investiu em contratação de pessoal, na compra de kits e equipamentos para ampliar a realização dos testes para diagnóstico de Covid-19", destacou a empresa.

Em Belo Horizonte e Região Metropolitana, o exame custa R$ 298. Para agendar a visita dos profissionais da saúde, o interessado deve ligar ou mandar mensagem no whatsApp para o número (31) 3228-6200. Mas não é qualquer pessoa que pode fazer o teste que acusa ou descarta a doença. De acordo com o Hermes Pardini, apenas pacientes com suspeita de contaminação e pedido médico podem contratar o serviço. 

Em caso de emergência, o resultado sai em até 24 horas. Nos demais, o tempo de espera pode ser de até seis dias úteis. Além da capital mineira, o serviço também está disponível nos seguintes locais: 

  • São Paulo - (11) 27999311 - R$ 300
  • Rio de Janeiro - (21) 4002-0203 - R$ 300,00
  • Goiás - (62) 32219000 - R$ 280,00

Com a solicitação do médico, o paciente pode agendar o teste, via WhastApp, tanto no hospital quanto em casa. O atendimento em domicílio é feito, segundo o laboratório, por uma equipe altamente capacitada, treinada e paramentada, com a devida segurança tanto para o paciente como para o profissional que realizará a coleta.  "Para saber sobre a cobertura do teste pelos planos de saúde, é preciso entrar em contato com cada plano", informou o Hermes Pardini. 

Números

Em Minas, 2056 pessoas foram infectadas com o novo coronavírus. Até o momento, são 22.974 casos suspeitos e 18 mortes pela doença são investigadas. Os dados constam em boletim epidemiológico divulgado neste sábado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). O documento indica, ainda, que Belo Horizonte tem a maioria dos doentes confirmados: 129.

Leia mais:
Governo lançará linha de antecipação de pagamentos do setor público a fornecedores
Hospital de BH descarta morte de jovem de 18 anos por coronavírus
Pacientes com Covid-19 chegam a 205 em Minas; 18 mortes suspeitas são investigadas pelas autoridades