A série de reportagens “Copa sem Escola”, produzida pelo jornalista Bruno Moreno e pelo repórter fotográfico Samuel Costa, é finalista do Prêmio Adep-MG de Jornalismo, promovido pela Associação dos Defensores Públicos de Minas Gerais. A classificação dos vencedores será anunciada na próxima sexta-feira (19) à noite, na sede da Defensoria Pública de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

As matérias foram publicadas entre 12 e 16 de maio deste ano, no Hoje em Dia. Os jornalistas percorreram mais de 10 mil quilômetros para mostrar os impactos das obras da Copa do Mundo na continuidade da vida escolar das pessoas que foram removidas.

As capitais visitadas foram Belo Horizonte, Cuiabá, Fortaleza, Porto Alegre, Recife e Rio de Janeiro. A investigação apontou que entre 57 mil e 76 mil crianças e adolescentes tiveram que mudar de casa em função do Mundial, mas muitas não conseguiram encontrar nova escola.