Um homem de 30 anos foi detido em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, após fazer ameaças de morte a fiscais da prefeitura durante uma ação de fiscalização e orientação aos moradores sobre o uso de máscaras em espaços públicos e medidas sanitárias para se evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Brumadinho é uma das cidades mineiras onde não há registro da Covid-19. Mas o Estado registra 1.827 casos confirmados, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES), nesta quinta-feira (30). O número de mortes já chega a 82 em Minas. O informe epidemiológico ainda aponta, até o momento, 84.994 casos suspeitos.

Segundo a Polícia Militar, a ocorrência foi registrada na última terça-feira (28) e suspeito estava na praça Paulo Alves Moreira, próximo à rodoviária, quando os funcionários da Defesa Civil orientavam alguns moradores da cidade sobre o uso correto de máscaras. Entretanto, quando foi abordado, o homem começou a agir com bastante agressividade. Ele xingou os fiscais de “vagabundos” e alegou que eles estavam “sem ter o que fazer”, conforme descrito no boletim de ocorrência. O suspeito também teria feito ameaças contra a vida dos fiscais dizendo "Eu vou tombar vocês" e "Eu matarei vocês", de acordo com o BO.

O homem foi detido e levado para a delegacia da cidade. Ainda conforme os militares, o suspeito tem várias passagens por crimes de ameaça, lesão corporal e furto.

A Prefeitura de Brumadinho informou que "trata-se de um acontecimento muito triste e preocupante" e que não é primeira vez que casos como esse são registrados desde que o trabalho começou a ser realizado.

A cidade está fazendo a blitz da saúde, um trabalho diário para conscientizar a população sobre a gravidade do contágio do novo coronavírus e sobre o decreto municipal que determina, desde o dia 16 abril, o uso de máscaras nos espaços públicos.

boletim